Definidas regras para animais participarem da Expô
12 fevereiro

Definidas regras para animais participarem da Expô

As novas regras em vigor que normatizam o acesso dos animais de outros estados ao Paraná, devido a suspensão da vacinação contra a febre aftosa também valem para a ExpoLondrina 2020. As coordenações dos setores de animais do evento enfatizam que todos os animais que participarão da exposição devem apresentar o GTA (Guia de Transporte Animal) e que os exames e atestados exigidos nas regras sanitárias devem ter validade para todo período da exposição.

Com orientação da ADAPAR, estas normas podem ser conhecidas no site da ExpoLondrina (www.expolondrina.com.br), clicando em “Setor animal”. Também estão à disposição no site da SRP (www.srp.com.br). Após o acesso é só clicar em “Entidade” e na sequência em “Documentos”.

Em função do “status” Livre de Aftosa Sem Vacinação, não poderão entrar no Paraná Bovinos e Bubalinos vindos de outros estados com vacinação para todas as finalidades, só para abate imediato, portanto não poderão participar da ExpoLondrina. Animais vindos de estados livres de vacinação para a exposição, no caso Santa Catarina, não poderão retornar. Devem permanecer no Paraná ou irem para outros estados.

Bovinos e Bubalinos precisam apresentar atestado de vacinação contra Brucelose e atestado com resultado negativo com o teste de Brucelose, com validade para o período da exposição. As idades de fêmeas e machos estão discriminadas nas normas nos sites citados. A vacinação de Tuberculose e atestados também é exigida e as regras lá especificadas.

Nos leilões da ExpoLondrina 2020 podem participar animais de propriedades do Paraná – fêmeas e machos comuns – que ficam dispensados de atestados negativos, mas devem apresentar o GTA (Guia de Trânsito Animal).  E as fêmeas GTA com comprovação de vacinação contra a Brucelose.

Ovinos, caprinos e outros animais

Ovinos, Caprinos e Suínos, além de outros animais suscetíveis a Febre Aftosa têm entrada LIBERADA na EXPOlONDRINA 2020, seguindo as regras sanitárias. Permissão de entrada no Estado do Paraná, mediante ingresso pelos corredores sanitários da ADAPAR- praça de Ourinhos (SP), praça de Assis (SP)  e por Mafra vindos de Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Os Ovinos e Caprinos devem estar em boas condições de saúde e seguirem os exames clínicos, diagnósticos, testes e vacinas, com controle para

epididimite, CAE, Ectima contagioso, linfadenite caseosa, com as determinações específicas de cada doença, período e idades para machos e fêmeas.

As exigências para as condições de saúde dos Equinos também não são diferentes e seguem teste negativo para Mormo, Anemia Infecciosa Equina, vacina contra a Influenza Equina. Suínos, Lhamas, Aves Ornamentais e pequenos animais estão normatizados e os detalhes das regras sanitárias de todos eles podem ser acompanhados nos sites da ExpoLondrina 2020 e da SRP.

Pode entrar no Paraná material genético como sêmen e embriões, não havendo problemas de comercialização destes produtos durante a Expô.