Criadora gaúcha faz sucesso com roupas de lã

Dona Ilda Silveira é uma empreendedora do agronegócio

Ela veio a ExpoLondrina para expor ovelhas e cabritos e também para mostrar e vender roupas de lã que ela mesma produz. E as peças fazem muito sucesso na feira.

Na Casa dos Ovinos, ela montou uma exposição com roupas de lã como xales, blusas, jaquetas, coletes e também peças para decoração: peles, tapetes, mantas de sofá e cobertas.

Tudo começou no interior do Rio Grande do Sul, onde Ilda trabalhava como contadora e depois como criadora de ovinos. Durante uma tosquia, ela percebeu que poderia realizar o sonho de trabalhar com moda e produzir roupas da lã vinda dos seus próprios animais. Já na primeira exposição que participou, ganhou o prêmio principal e pegou gosto pela coisa. “Meu pai era comerciante e eu sempre tive um espírito empreendedor. Quando eu percebi a nobreza do fio de lã que produzíamos, comecei a pensar em aproveitar ao máximo a nossa criação”.

Hoje, ela cria 50 matrizes da raça crioula, são animais puros para reprodução. A produtora organizou toda uma cadeia de produção para beneficiar a lã: uma cooperativa da região lava a lã e encaminha para uma outra empresa que faz a fiação; um curtume cuida das peles e muitas artesãs da região de Taquara (RS) usam os fios produzidos pela dona Ilda para peças de roupas e de decoração.

Ela conta que há 15 anos começou a produzir peças de roupas e, para se diferenciar no mercado, investiu em peças mais leves e em novos modelos. “As artesãs no Rio Grande do Sul fazem peças mais tradicionais para o gaúcho, como o poncho, por exemplo. Eu não, gosto de fazer roupas mais modernas”.

Deu certo. O primeiro modelo de xale feito pela dona Ilda, ganhou vários prêmios em concursos internacionais de roupas em lã. De lá pra cá, ela está sempre em feiras e exposições mostrando as suas peças e também faz parcerias com Faculdades de Moda e Turismo onde apresenta as suas coleções em desfiles de moda.

Agora, ela busca novidades e fica de olho em tudo que pode usar para fazer uma roupa bonita. Na ExpoLondrina, o contato com uma expositora da Fazendinha vai virar uma parceria e juntar a lã gaúcha com a seda paranaense. A criadora já sonha com peças para essa nova coleção. “Estou bem animada com essa parceria. Quero aproveitar o que a seda e a lã tem de melhor. Vou fazer peças completamente diferentes”.

As peças também são comercializadas pela internet. O site AconTecer Lã de Ovelha é o: www.acontecerladeovelha.com.br

 

Notícia anterior Sociedade Rural anuncia... Próxima notícia Diretorias jovens de...